Pesquisar este blog

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Variável inconstante



Sou maluco, sou confuso, as vezes incompreensível. Tento me expressar sem, muitas vezes, alcançar meu objetivo.
Sou insano, sou profano, irreconhecível no meu jeito de ser, sou estranho!

Sou aquilo que você pensa que eu sou, mas também sou o que você nem imagina que eu seja.
Sou do tipo que eu faço o que eu quero, mas em certos momentos tenho medo do que eu faço.
Sou resultado dos problemas dessa vida imprevisível!

Posso ser o que você quiser que eu seja, se eu desejar ser, e posso ser o que eu desejar ser mesmo se você não quiser que eu seja.
Sou uma confusão de sentimentos e desejos!

Sou as contradições do que deveria ter sido, o paradóxo que a vida nos leva à ser.
Sou a luz do olhar de alguém, mas também posso ser a grade de sua prisão.
Sou o acaso do momento!

Sou assim... Um estranho dentro de mim, esse alguém entre muitos outros!

3 comentários:

  1. Você é humano. Simples assim.
    Belo texto. ^^

    ResponderExcluir
  2. Olá, olá! Prazer! Vim agradecer ao comentário carinhoso que vc deixou lá na minha entrevista no Blog da Elaine! Muito obrigada! E também te dar as boas-vindas ao meu Cantinho!


    Beijo, beijo!
    She

    ResponderExcluir
  3. Somos dois!
    Dois paradoxos vivos, como eu costumo dizer. rs.
    Obrigada pelas visitas!

    E ah, estou te lendo, viu moço?
    Beijos.

    ResponderExcluir